noticias

Confies2018Profissionais da Fiotec reunidos com os diretores, durante o 1º Confies Entre os dias 21 e 23 deste mês, aconteceu o 1º Congresso das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica. O evento aconteceu na Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec), em Brasília, e reuniu cerca de 300 participantes, de mais de 100 Fundações de Apoio de todo o País. O encontro também reuniu representantes de órgãos governamentais e de controle, possibilitando um diálogo tão importante para direcionamento e troca de informações. A Fiotec foi representada no congresso por sete profissionais, de diversas áreas da instituição, além dos diretores executivo, administrativo e técnico, Hayne Felipe, Marcelo Amaral e Mariana Borges, respectivamente.

O primeiro dia do evento foi dedicado aos fóruns específicos, de Comunicadores, de Contadores, de Tecnologia da Informação e do Colégio de Procuradores. Durante a noite, foi realizada a cerimônia de homenagem a defensores da ciência e tecnologia. O presidente do Confies, Fernando Peregrino, entregou o troféu a 22 autoridades, entre parlamentares, pesquisadores, reitores, representantes de órgãos de controle e do Ministério da Educação e da pasta da Ciência, Tecnologia e Inovação. A homenagem é uma estatueta desenvolvida pelo artista plástico Ozeias Casanova.

Oficinas e mesas de discussões

Na quinta-feira (22/11) começaram, efetivamente, as oficinas. Na parte da manhã os temas foram E-Social, Gestão dos Projetos Petrobrás e revisão do regulamento da Agência Nacional do Petróleo. Na parte da tarde foram realizadas as mesas, que abordaram a nova Lei nº 8.958 e os indicadores finalísticos das Fundações de Apoio.

Na sexta-feira as mesas discutiram o entendimento da CGU e TCU com as fundações de apoio e a inovação, em cima do Marco Legal. Durante a tarde, aconteceram as oficinas do Acórdão de Transparência do TCU, Finep e Governança e Compliance.

Assembleia geral

A Assembleia Geral Ordinária do Confies, que reelegeu, por unanimidade, Fernando Peregrino como presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), foi realizada também no dia 22 de novembro. Na ocasião, a crise orçamentária e os entraves burocráticos foram destacados como principais desafios. “A pauta é praticamente a mesma. Mas ela se torna mais grave, porque a escassez de recursos para a pesquisa e inovação no Brasil é um fato. Cada vez menos recursos para os órgãos de financiamento, cada vez mais entraves e dificuldades”, afirmou na ocasião.

O diretor executivo da Fiotec, Hayne Felipe da Silva, é um dos membros do Conselho Fiscal da atual gestão. “A Fiotec nos dá muita energia, pois traz esse complexo, que é a Fiocruz, para o nosso Confies”, disse Fernando Peregrino, durante a assembleia.

Confies2018premioI Prêmio TV Confies de Vídeo

No último dia do congresso, uma novidade: o I Prêmio TV Confies de Vídeo, que premiou os vídeos enviados pelas fundações que melhor retratam a burocracia na ciência. A avaliação aconteceu em duas etapas. A primeira foi a votação online (júri popular), durante uma semana. A segunda etapa foi um júri técnico – composto pelo Ministério da Educação, Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC). Para os primeiros três colocados foram entregues troféus de ouro, prata e bronze, além de dinheiro.

A Fiotec foi premiada com o 2º lugar do júri técnico, com o vídeo "Você sabe o que é burocracia na pesquisa?", que ficou em terceiro lugar na votação popular. O outro vídeo da instituição, "O que é burocracia na pesquisa?", ficou em quinto lugar na votação popular.

Os dois vídeos, que tiveram mais de 200 votos cada, foram produzidos pelos jovens aprendizes da Fiotec, que contaram com o suporte da Assessoria de Comunicação na edição e filmagem, da Assessoria Jurídica na coleta de informações o e da Gestão de Pessoas, que é responsavél pelo Programa Jovem Aprendiz da Fiotec. Os aprendizes, que eram leigos no assunto, se organizaram para pesquisar o tema e criarem os roteiros. Com uma linguagem moderna e do dia a dia dos jovens, os vídeos foram feitos de uma maneira descontraída e criativa.

Assista às produções que concorreram ao prêmio:

O que é burocracia na pesquisa?

Você sabe o que é burocracia na pesquisa?

 

Vagas