Selo ‘Fiocruz Tá Junto’ é criado para validar materiais de comunicação comunitária sobre Covid-19 - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

Fonte: campanha "Se Liga no Corona"

A Fundação Oswaldo Cruz lança hoje (6) o Selo ‘Fiocruz tá junto’, parte da campanha de informação e comunicação sobre a Covid-19 ‘Se liga no Corona!’, voltada para a população moradora de periferias. Veículos de comunicação comunitária ou coletivos de periferias de todo o país podem submeter até três materiais gráficos (digitais), produtos sonoros (spots para carros de som e podcasts) ou vídeos que veiculem informações sobre o novo Coronavírus.

Para participar, o responsável precisa informar o nome da organização ou coletivo, inserir o link para site ou mídia social da sua organização e o link para acesso ao material que deseja validar – que deve estar hospedado em um repositório virtual e disponível para download.  A partir disso, o material de comunicação será analisado e validado por especialistas da Fiocruz. Se houver necessidade de correção, o coletivo será notificado por e-mail; caso seja aprovado, será retornado já com a inserção do selo ou vinheta ‘Fiocruz tá junto’. O link para o formulário está em destaque na página da Campanha Se liga no Corona! e pode ser acessado clicando na caixa “Envie seu Material”. Confira, também, um modelo de apllicação do selo para materiais impressos, que ajuda a preparar suas peças para fazer parte dessa campanha.

Sobre a campanha 

A campanha de comunicação 'Se liga no Corona!' tem como foco a prevenção e enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19) considerando as condições de vida e habitação de populações em situação de vulnerabilidade socioambiental. O conteúdo produzido pela campanha inclui rádionovelas, spots para carros de som, peças e vídeos para mídias sociais e cartazes e todos estão disponíveis para download no Portal Fiocruz e no site Maré Online. A iniciativa contou com a participação voluntária do cantor Nego do Borel que fez as chamadas, bem como cedeu trechos de uma das suas músicas mais conhecidas - 'Me solta' - para servirem de trilha para os produtos sonoros da campanha.

A iniciativa é fruto da articulação entre a Fundação Oswaldo Cruz, Redes da Maré, Frente de Mobilização da Maré, Conselho Comunitário de Manguinhos, Conselho Gestor Intersetorial (CGI-Teias Manguinhos), Comissão de Agentes Comunitários de Saúde de Manguinhos (Comacs), Coletivo Favelas Contra o Coronavírus, Jornal Fala Manguinhos! e o sindicato dos trabalhadores da Fiocruz, Asfoc-SN.

Outras fontes de informação 

A Fiocruz dispõe de uma área de perguntas e respostas sobre o novo coronavírus, atualiza uma página sobre o novo coronavírus com informações confiáveis, e dispõe de um repositório de materiais para downloads sobre a Covid-19. Além disso, a instituição dispõe de um canal digital de interação com a sociedade que pode ser acionado, o Fale Conosco