noticias

Newsletter

 

Compartilhe

Foto: divulgaçãoDois livros da Editora Fiocruz estão entre os finalistas do Prêmio Abeu 2017. As coletâneas Amamentação e Políticas para a Infância no Brasil: a atuação de Fernandes Figueira (1902-1928), de Gisele Sanglard (org.), e Brasil Saúde Amanhã: população, economia e gestão, de Paulo Gadelha, José Carvalho de Noronha, Sulamis Dain, Telma Ruth Pereira (orgs.), foram indicadas na categoria Ciências da Vida. Com essa premiação, realizada desde 2015, a Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu) tem como objetivo “incentivar a qualificação das edições das casas editoras universitárias, bem como fomentar a produção técnico-científica, em relação tanto à excelência dos conhecimentos veiculados pelos títulos quanto à concepção estética das edições”. Os vencedores de cada categoria serão conhecidos durante a solenidade de entrega do Prêmio, no dia 18 de novembro, no Auditório da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo (SP).

Conforme o regulamento, o Prêmio Abeu 2017 se destina a obras acadêmicas, não ficcionais, inéditas e escritas originalmente em língua portuguesa, editadas em 2016, com ISBN e ficha catalográfica, publicadas por editoras com Conselho Editorial, associadas à Abeu ou pertencentes a instituições de ensino superior ou de pesquisa do Brasil. Das 216 inscrições recebidas, foram selecionadas três finalistas em cada uma das seis categorias da premiação: Ciências Humanas; Ciências Naturais e Matemáticas; Ciências Sociais e da Expressão; Ciências da Vida; Projeto Gráfico; e Capa. Em Ciências da Vida, além das coletâneas da Editora Fiocruz, foi indicado também o Atlas Anatômico e Histológico do Caranguejo-uçá, da Editora da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A diretoria da Associação nomeou como curador do Prêmio Abeu 2017 o professor José Castilho Marques Neto, doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em políticas públicas de livro, leitura e bibliotecas, que esteve por mais de 20 anos ligado ao setor editorial universitário. O curador é o responsável por formar uma comissão julgadora para cada categoria do Prêmio, composta por três membros renomados na respectiva área de conhecimento. Os nomes dos jurados serão conhecidos na cerimônia de premiação.

No Prêmio Abeu 2016, dois livros da Editora Fiocruz foram premiados – Dengue: teorias e práticas e Três Ensaios de Bioética conquistaram, respectivamente, o 1º e o 2º lugares na categoria Ciências da Vida. E outros três títulos da Editora receberam menções honrosas – A Sociologia do Brasil Urbano, 2ª edição (na categoria Ciências Humanas); Dicionário Feminino da Infâmia: acolhimento e diagnóstico de mulheres em situação de violência (na categoria Projeto Gráfico); e Crianças, Adolescentes e Crack: desafios para o cuidado (na categoria Ciências da Vida). Na primeira edição do Prêmio, em 2015, a Editora trouxe o troféu na categoria Tecnociências, na qual seu livro Cidades Saudáveis? Alguns olhares sobre o tema foi o vencedor.