noticias

(Foto: Martine Perret/ONU Meio Ambiente)A Organização das Nações Unidas (ONU) definiu como tema para o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), neste ano, o slogan “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”. O objetivo da entidade é chamar a atenção da sociedade para a necessidade de reduzir a produção e o consumo excessivo de produtos plásticos descartáveis. O foco da mobilização é o combate do lixo marinho que, se não for solucionado, poderá resultar em mais plástico do que peixes nos oceanos até 2050.

Segundo a ONU, por ano, são consumidas até 5 trilhões de sacolas plásticas em todo o planeta. A cada minuto são compradas 1 milhão de garrafas plásticas e 90% da água engarrafada que bebemos contêm microplásticos. Ainda de acordo com a entidade, metade do plástico consumido no mundo é descartável e pelo menos 13 milhões de toneladas vão parar nos oceanos anualmente, afetando 600 espécies marinhas, das quais 15% estão ameaçadas de extinção.

Compromisso com o meio ambiente

A Fiotec apoiou e continua apoiando diversas iniciativas voltadas à preservação do meio ambiente e promoção de uma cultura sustentável. Entre 2016 e 2018 a instituição contribuiu para a realização do seminário “Saúde, Saneamento e Ambiente em Debate: Cenários e Perspectivas”, que colocou lado a lado os pesquisadores do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/Ensp/Fiocruz) e especialistas de diversas áreas que englobam o saneamento e a saúde ambiental. O objetivo dos encontros foi analisar o cenário brasileiro e definir perspectivas para um futuro próximo.

As últimas edições da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente, promovidas pela Fiocruz, também tiveram o apoio da Fiotec para sua realização. O projeto bienal tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de atividades interdisciplinares nas escolas públicas e privadas de todo o País. A ideia é promover o reconhecimento do trabalho desenvolvido por professores e alunos nas escolas e a cooperação com a divulgação de ações governamentais criadas em prol da educação, da saúde e do meio ambiente.

*Com informações da Agência Brasil de Notícias.