noticias

Ailton Canuto e Fabio Machado, profissionais da Gerência de Projetos da Fiotec, viajaram até Petrópolis (RJ) para participar da reunião que marcou o encerramento do projeto em que a instituição prestava apoio ao “Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde”.

Participaram do encontro, no fim de agosto, servidores da Fiocruz que compõem a equipe responsável pelo projeto: Mônica Vin, Adilson Júnior, Marcele Senna, Daiana Gomides e Carlos Braz. As discussões giraram em torno dos objetivos alcançados pela iniciativa, os pontos positivos e negativos durante a execução do projeto e, principalmente, os acertos metodológicos que devem ser levados adiante.

O Fórum Itaboraí trabalha, há pelo menos cinco anos, na geração, disseminação e implementação de conhecimentos que permitam sua atuação e intervenção diante das desigualdades sociais, econômicas, e sobre as iniquidades no acesso à saúde.

Continuidade de um bom trabalho

Apesar de o encerramento de um projeto, a reunião realizada na cidade serrana não representou o fim da parceria entre Fiotec e Fiocruz Petrópolis. Na data, também foram iniciadas as primeiras conversas sobre a iniciativa “Fortalecimento de ações intersetoriais para promoção de saúde e contribuição na implementação da Agenda 2030 em Petrópolis”, que desenvolverá atividades nos mesmos campos de atuação do Fórum Itaboraí.

Segundo Fabio, que será o analista responsável pela nova iniciativa na Fiotec, os alinhamentos feitos em Petrópolis contribuíram para o prosseguimento do projeto, que já se encaminha para a fase de execução. “As experiências que vivemos durante a gestão do projeto de apoio ao Fórum Itaboraí, ajudaram muito para o desenvolvimento dessa nova iniciativa, que terá moldes parecidos, mas com a máxima otimização de suas atividades. Muitas subdivisões, do trabalho anterior, foram unificadas e representarão uma modernização considerável para os investimentos deste novo projeto”, esclarece.