noticias

Quando falamos em investimento em Ciência e Tecnologia, o que nos vêm à cabeça são laboratórios modernos, equipamentos de última geração e tecnologia de ponta, certo? Esses são mesmo alguns dos caminhos para um país mais desenvolvido e sustentável, mas a Fiotec apoia iniciativas que contribuem para o desenvolvimento científico e tecnológico por meio de outra frente: a formação de recursos humanos.

O Instituto Gonçalo Moniz (IGM/Fiocruz) desenvolve desde junho deste ano um projeto para implantação do Programa de Formação Técnica em Apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde, o Profortec-Saúde. A iniciativa tem como objetivo qualificar indivíduos para atuação em atividades de apoio técnico a projetos de investigação científica, visando o desenvolvimento de competências em áreas estratégicas para o sistema de ciência, tecnologia e inovação em saúde do estado da Bahia.

O projeto pretende, por meio de abordagens práticas e teóricas com foco na elucidação de problemas de pesquisa na área da saúde, validar uma metodologia de ensino e aprendizagem inovadora. A ideia é que sejam formados até 40 profissionais em nível técnico para atuar em instituições de assistência à saúde na Bahia, e outros 40 aptos a atuar no apoio ao desenvolvimento da pesquisa cientifica na área de saúde do estado.