projetos-em-destaque

 Transmissao bacterias interna

No âmbito de aprimorar conhecimentos laboratoriais, a Fiocruz Bahia realiza estudos sobre a bactéria Meningococo (Neisseria meningitidis), responsável por doenças como a Meningocócica (DM) e Meningococcemia, ambas transmitidas através de gotículas respiratórias ou contato com secreções. A Meningocócica é a principal causadora de síndromes clínicas comuns, como: meningite, pneumonia, conjuntivite, otite e sinusite.

Para desenvolver a pesquisa serão observados 1143 estudantes de escolas públicas em Salvador/BA, entre eles, adolescentes de 11 a 19 anos de idade, respectivamente estratificados em três faixas etárias: de 11 a 13 anos, 14 a 16 e 17 a 19 anos, estimando a prevalência de portadores saudáveis da bactéria.

Ao decorrer da pesquisa, será avaliada a prevalência da colonização da Neisseria meningitidis, de acordo com as seguintes variáveis: ter recebido ou não a vacina conjugada contra Meningococo; número de pessoas que residem na mesma casa; compartilhamento de talheres e copos; hábitos tabagistas; compartilhamento de ambientes; frequência em ambientes aglomerados; doenças antecedentes em até 15 dias; uso de antibióticos; e genótipo de cepas (linhagem da bactéria). Os resultados da cultura serão comparados, em tempo real, com os obtidos através da técnica de PCR (RT-PCR).

Por fim, as expectativas são de subsidiar condutas apropriadas de vacinação, utilizar novos recursos laboratoriais, melhorar a vigilância epidemiológica, e compreender a dinâmica de transmissão do Meningococo. Intervindo, então, na redução da carga da doença Meningocócicas no Estado da Bahia.