Fiotec se prepara para utilização da nova ferramenta do Governo Federal: o eSocial - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

O Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) será implantado na Fiotec. Trata-se de um projeto do Governo Federal que visa unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados. Por isso, a instituição já está trabalhando para se enquadrar à nova ferramenta e uma das etapas prevê o recadastramento de todos os empregados contratados por meio da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que hoje somam aproximadamente 1500 colaboradores da administração e dos projetos apoiados.

Hoje, assim como todos os empregadores, a Fiotec tem a obrigação de preencher declarações e documentos que possuem as mesmas informações, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS),  declaração de Imposto de Renda, GFIP (guia de informações trabalhistas e previdenciárias), Previdência Social, entre outros. Isso gera não só um retrabalho mas, muitas vezes, informações divergentes e incompletas nos documentos. O eSocial foi criado para simplificar essa prática, facilitando o cumprimento das obrigações pelos empregadores, reduzindo custos e tempo, além de aprimorar a qualidade das informações prestadas ao Estado. Como a ferramenta vai facilitar o cruzamento de dados, acirrando a fiscalização, estima-se que o Governo Federal arrecade R$ 20 bilhões, ou mais, por ano com a sua implantação.

O projeto de implantação é liderado por Karolyne Loback, colaboradora da área de Tecnologia da Informação (TI) da Fiotec, junto ao consultor Manoel Pinto e as demais gerências envolvidas (Recursos Humanos, Administração Financeira e Contábil e Assessoria Jurídica).

Recadastramento

Para começar a usar o eSocial, que deve entrar no ar em 2015, a Fiotec vai realizar o recadastramento de todos os seus empregados, com informações completas e corretas. Em função disso, a Gerência de TI está desenvolvendo formulário eletrônico no site da instituição, em que todos os celetistas deverão inserir suas informações completas, para que não haja nenhum problema no fornecimento desses dados ao eSocial. “Os colaboradores se mudam, casam, se formam na pós-graduação e muitas vezes não informam ao RH da instituição. Por isso, esse recadastramento é tão importante. Quando cadastrarmos nossos colaboradores do eSocial, precisaremos informar os dados corretos”, informou a gerente de RH da Fiotec, Raquel Raad.

Com a criação desse espaço virtual, todas as alterações a partir de então serão cadastradas pelo próprio empregado no site e diretamente atualizadas no eSocial. Assim, não será mais necessário realizar a entrega desses documentos pessoalmente no RH da Fiotec.

Preenchimento obrigatório

O link entrará no ar em agosto e os empregados serão avisados sobre as datas limite de cadastro através de e-mail, avisos no contracheque e pelos Correios - caso haja necessidade. É obrigatório que todos os celetistas preencham o formulário com seus dados atualizados, para que não haja divergência de informações com os órgãos governamentais e risco de bloqueio do pagamento dos salários.