Fiotec se torna, por mais um ano, incentivadora da cultura carioca através da Lei do ISS - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

Pela terceira vez consecutiva, a Fiotec conseguiu a certificação como Contribuinte Incentivador da Cultura Carioca, agora para o ano de 2016. Com isso, a instituição fica apta a patrocinar projetos voltados para a cultura, dentro do município do Rio de Janeiro, utilizando o recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS).

Toda instituição prestadora de serviço, estabelecida no Rio de Janeiro, e que atender aos requisitos que constam no edital, pode ser inscrever para receber a habilitação de Contribuinte Incentivador e patrocinar projetos nas áreas de arte visual, artesanato, audiovisual, bibliotecas, centros culturais, entre outros.
 
Patrocínio fundamental

A proposta do patrocínio utilizando o recolhimento o ISS foi apresentado à Fiotec pela Casa de Oswaldo Cruz (COC), através do Escritório de Captação. Até este ano, 13 projetos culturais da cidade receberam apoio da Fiotec, representando aproximadamente R$ 2,2 milhões. Alguns projetos se repetem anualmente, como a Semana Fluminense de Patrimônio, que está na sua 5ª edição, sendo três apoiadas pela Fiotec.
 
“Alguns projetos só aconteceram porque tiveram a Fiotec como patrocinadora, como o caso do ‘Agenda Cultural Mandela Vive’. Quando identificamos a fundação como potencial investidor, foi um grande achado porque está dando muito certo”, afirmou Luís Fernando Donadio, diretor do Escritório de Captação da COC.

O período de recebimento de propostas para serem patrocinadas através da Lei de Incentivo à Cultura acontece nos meses de janeiro e fevereiro, de cada ano.

Projetos patrocinados

A “Agenda Cultural Mandela Vive” criará um calendário de atrações artísticas nas comunidades do Complexo de Manguinhos que acontecerão em 2016. A agenda busca complementar os investimentos públicos que a região tem recebido, através da valorização cultural.

Realizada anualmente por ocasião do Dia Nacional do Patrimônio Cultural, comemorado em 17 de agosto, o objetivo da “Semana Fluminense do Patrimônio” é promover a valorização do patrimônio natural e cultural fluminense e de ampliar o conhecimento da população sobre seu patrimônio em suas mais diversas expressões. Além dos eventos fixos, é realizada uma chamada pública para seleção de apresentações culturais, propostas por artistas independentes ou grupos culturais, e que serão realizadas em uma das regiões do estado do Rio de Janeiro.