BNDES, Fiocruz e Fiotec firmam acordo para fomento de projetos em territórios vulnerabilizados - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) oficializou uma parceria técnica e financeira, para os próximos cinco anos, com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Fiotec. O acordo possui um contrato inicial com investimento de R$ 15 milhões, oriundos do Fundo Social do BNDES, para fomentar projetos que buscam a construção de modelos de desenvolvimento local.

Os projetos devem objetivar a superação da situação de pobreza das populações beneficiadas. Com isso, consequentemente, promover a melhora no padrão de vida, por meioda geração de trabalho e renda em territórios socioambientalmente vulnerabilizados na perspectiva da determinação social da saúde, do desenvolvimento saudável e sustentável, da economia solidária e da tecnologia social.
 
O recurso potencializará 12 projetos da Fiocruz, que atuarão em rede, entre as unidades: Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção Saúde (VPAAPS), Campus Fiocruz Mata Atlântica (CFMA), Diretoria Regional de Brasília da Fiocruz (Direb), Palácio Itaboraí e a própria Cooperação Social da Presidência. O desenvolvimento das propostas acontecerá em áreas de comunidades quilombolas e caiçara, favelas, assentamentos rurais e floresta urbana. É possível, ainda, que outros planos de investimento sejam firmados para novos projetos em territórios onde unidades da fundação estejam presentes.
 
Através desse acordo de cooperação, a Fiocruz e a Fiotec propõem ao BNDES um desafio de prestar apoio qualificado a projetos de inclusão produtiva com base em um modelo de desenvolvimento solidário, saudável e sustentável.
 
Parceria contínua

A cooperação entre as três instituições já é de longa data. Em 2014 o banco se firmou como patrocinador do “Preservo”, projeto que permite a criação de uma infraestrutura moderna e de tecnologias mais avançadas para a conservação e o acesso público ao patrimônio da Fiocruz.

Desde de 2011, o BNDES também financia o projeto de restauração ecológica de 344 hectares da Mata Atlântica, local que abrange o campus da Fiocruz na região. O foco é a revitalização das micro-bacias dos rios Pavuninha e Engenho Novo.
Ambos os projetos são apoiados pela Fiotec e são apenas dois de inúmeras parcerias já realizadas junto ao BNDES.