Setembro Amarelo: campanha ganha ainda mais relevância na pandemia - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

Desde 2014, o mês de setembro se “veste” de amarelo por um motivo muito importante. Criada de forma conjunta pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), o Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Centro de Valorização da Vida (CVV), a campanha Setembro Amarelo tem o objetivo de conscientizar a população em relação a prevenção do suicídio. A iniciativa tem como data símbolo o dia 10 de setembro (Dia Mundial de Prevenção do Suicídio) e neste ano o slogan da campanha é “É preciso agir!”.

Em razão de todos os reflexos da pandemia de coronavírus, a campanha ganha uma importância ainda maior em 2020. Pelo fato do suicídio ser resultado do agravamento de doenças relacionadas à saúde mental, todas as limitações impostas pelas medidas de segurança adotadas podem acabar agravando ou gerando quadros de ansiedade ou depressão que merecem atenção. 

Determinados comportamentos sinalizam um quadro perigoso e que necessita de cuidados. Entre essas situações estão isolamento emocional e social, ausência de comunicação, irritabilidade atípica, alterações no sono, sintomas físicos como dor no estômago e alteração intestinal, que não se associam a nenhum diagnóstico médico, e recusa de ajuda dos amigos, familiares ou até de profissionais. Nesse momento, também é importante dedicar atenção especial aos idosos. Por serem o maior grupo de risco para a Covid-19, são os que mais experimentaram perdas durante a pandemia, e isso pode refletir também na saúde mental.

Para minimizar os efeitos negativos da pandemia na saúde mental alguns hábitos podem ser adotados. Dormir bem garantido pelo menos oito horas de sono, praticar exercícios, manter uma alimentação saudável, buscar novos aprendizados, planejar bem as tarefas diárias, entre outras mais, são exemplos de atividades que podem ajudar.

Mais informações e materiais sobre o Setembro Amarelo podem ser obtidos no site da campanha, clicando aqui

Canal de Acolhimento

Em seus valores, a Fiotec demonstra respeito à vida e também valorização das pessoas. Seguindo esses princípios, a instituição, através de sua Gerência de Pessoas, criou um canal de comunicação direto para ajudar os colaboradores a lidar com o estresse e a ansiedade provocados pela pandemia.

Os profissionais que operam esse canal estão em contato com o Núcleo de Saúde do Trabalhador (Nust/Fiocruz) e a Fiosaúde com o objetivo de apoiar, da melhor maneira, cada colaborador da Fiotec neste momento de tantas incertezas.

O CVV disponibiliza o número 188 para todo o terrítorio nacional, gratuitamente, com atendimento 24 horas por dia. As ligações são atendidas por voluntários preparados para conversar com quem procura ajuda e apoio emocional. O anonimato de quem procura ajuda é garantido, bem como o sigilo de tudo o que for falado durante a ligação.