IFF celebra 100 anos com programação científica nesta semana - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.


Mesa de abertura da Semana Científica em celebração ao centenário do IFF/Fiocruz (foto: divulgação IFF/Fiocruz)

Em 2024, o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) celebra seu centenário. São 100 anos dedicados a formação de profissionais e condução de pesquisas científicas que proporcionam um melhor cuidado à saúde para mulheres, crianças e adolescentes.

Uma programação científica acontece entre os dias 2 e 4 de abril, em comemoração aos 100 anos do Instituto. A ideia é discutir temas relevantes à saúde e ao cuidado do público atendido pelo IFF/Fiocruz. Os painéis e conferências acontecem de forma híbrida, seguidas por mesas redondas reunindo profissionais do Instituto e especialistas de todo o Brasil. Inscreva-se aqui.

A mesa de abertura da Semana Científica aconteceu nesta terça-feira (2/4), no Salão Nobre da UFRJ, no Rio de Janeiro.
A diretora executiva da Fiotec, Cristiane Sendim, foi uma das convidadas para a abertura oficial das celebrações, e
ressaltou em sua fala a posição de referência do IFF/Fiocruz nas áreas de assistência e pesquisa voltadas à mulher, criança e adolescente. “Nossa instituição parabeniza o corpo de gestores da unidade, seus colaboradores, professores, pesquisadores, médicos, enfermeiros, técnicos, dentre tantos outros, inclusive voluntários, que atuam no IFF produzindo saúde e dando sentido e orgulho à parceria entre Fiotec e Fiocruz”, comemorou.

Confira aqui a programação para os próximos dias.

A história do IFF/Fiocruz
Fundado em 1924, o então Instituto Fernandes Figueira receberia em 2006, mais de 80 anos depois, o reconhecimento oficial como hospital de ensino pelo Ministério da Educação. Em 2010, já com a denominação de Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, assumiu a atribuição de órgão auxiliar do Ministério da Saúde, com a responsabilidade de desenvolver, coordenar e avaliar as ações integradas, direcionadas à área da saúde desse público em âmbito nacional.

O IFF/Fiocruz abriga o Centro de Referência Nacional da Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), programa que conta com o apoio da Fiotec há anos. OMS, Unicef e Ministério da Saúde consideram o Instituto um “Hospital Amigo da Criança”. Isso significa que o IFF promove, protege e apoia o aleitamento materno, tendo conquistado tal reconhecimento como resultado de seu trabalho permanente, com dedicação, competência e boas práticas em saúde pública.


(Fotos: divulgação IFF/Fiocruz)