Resultados do ensaio clínico Solidariedade (Solidarity) são publicados - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

Daniela Rangel (Agência Fiocruz de Notícias)

(Foto: Kurhan/FreeImages)

Os primeiros resultados do ensaio clínico Solidariedade (Solidarity), que busca avaliar a eficácia de medicamentos no tratamento da Covid-19, foram publicados na revista científica New England Journal of Medicine (NEJM).

O estudo é organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e, no Brasil, é conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os dados já haviam sido previamente divulgados em formato preprint, mas agora estão no artigo Repurposed Antiviral Drugs for COVID-19 — Interim WHO Solidarity Trial Results, com avaliação por pares.

O ensaio clínico mostrou que os regimes de tratamento avaliados – com uso de remdesivir, hidroxicloroquina, lopinavir e interferon – tiveram pouco ou nenhum efeito em pacientes hospitalizados com Covid-19, seja em mortalidade geral, início da ventilação ou duração da internação hospitalar.

Acesse o artigo na íntegra.

Implementado em 18 hospitais de 12 estados brasileiros, o estudo Solidariedade (Solidarity) conta com recursos oriundos do Unidos contra a Covid, fundo criado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para o recebimento de doações que têm seus valores destinados a ações de combate ao coronavírus por todo o País. O gerenciamento financeiro dos recursos doados por instituições e pessoas físicas do Brasil e do mundo é feito pela Fiotec.