Fiotec participa de reunião anual do projeto ImPrEP - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

Nos dias 15 e 16 de dezembro ocorreu, de forma online, a Reunião Anual do Consórcio ImPrEP, projeto dedicado à profilaxia pré-exposição ao HIV. Participaram do evento os representantes dos consorciados no México e no Peru, além de representantes da Unitaid, da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), do Ministério da Saúde e a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade. Representando a Fiotec, participaram as colaboradoras Lidiane Lima e Camilla Portugal, de Projetos.

Os encontros abordaram temas em torno dos estudos do projeto, que está em fase de finalização dos resultados e negociações para extensão de novas atividades de pesquisa. No primeiro dia de evento a diretora do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) e representante do ImPrEP, Dra. Valdiléia Veloso, apresentou a visão geral do projeto e os resultados gerais dos estudos de demonstração.

A coordenadora do PrEP Brasil na Fiocruz, Dra. Brenda Hoagland, falou sobre o tratamento no contexto da pandemia de Covid-19, que teve início em março de 2020. Houve sessões de perguntas e respostas e a apresentação dos estudos qualitativos do Peru, com o pesquisador peruano Carlos Cáceres.

Já no dia 16, a primeira mesa abordou a divulgação científica do conhecimento sobre o PrEP e contou com a presença do consultor de comunicação e marketing do projeto, Jacinto Corrêa. Após uma enquete entre os médicos, foram apresentados dois subestudos: o de autoteste de HIV e o de soroincidência.

Na mesa sobre os estudos econômicos, estiveram presentes as profissionais da saúde Dra. Paula Luz, do Brasil, e a Dra. Annick Borquez, do Peru. Fechando a primeira parte do dia, foi apresentado o estudo sobre cadeia de valor do Cabotegravir, antirretroviral inibidor da integrase, além da mesa Experimentos de Escolhas Discretas, com representantes do Peru e México.

Após o intervalo, a chefe do laboratório de Pesquisa Clínica em DST e Aids do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), falou sobre o futuro do ImPrEP e as novas perspectivas. O evento foi finalizado em uma assembleia para os comentários finais, com a Dra. Valdiléia e a representante da Unitaid, Heather Ingold.

Sobre o ImPrEP
Apoiado pela Fiotec, o ImPrEP teve início em 2017, com representantes de instituições de três países: Brasil, México e Peru. Financiado pela Unitaid e liderado pela Fiocruz, por meio do Laboratório de Pesquisa Clínica em DST/Aids (LaPClin-Aids), o projeto tem como objetivo reduzir o risco de infecção de HIV, disponibilizando medicamentos antirretrovirais.