Fiotec recebeu série de encontros entre equipes envolvidas na gestão do OTSS - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

 
Em meados de junho, a Fiotec recebeu uma série de oficinas reunindo atores envolvidos na execução das atividades do Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina (OTSS), que se tornou programa institucional permanente da Fiocruz ainda em 2020. As reuniões permitiram que as equipes se encontrassem pessoalmente, com o objetivo de esclarecer dúvidas e alinhar processos.

A abertura dos encontros, em 12 de junho, foi realizada pela equipe de Projetos da Fiotec. As profissionais falaram um pouco sobre a dinâmica em que as oficinas aconteceriam, incentivando que todos se apresentassem. "A realização dessa oficina é um passo muito importante para integração de todas as partes envolvidas, sobretudo nos processos que permeiam a gestão dos projetos apoiados pela Fiotec. Saber o que e como cada um opera, e seus fluxos, gera valor em toda a cadeia”, comentou a gerente de Projetos da Fiotec, Maria Aparecida Ferreira.

As analistas da instituição debateram também os pontos de atenção presentes no Manual Fiotec-Cogead, importante instrumento na gestão do programa. Em seguida, representantes da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS/Fiocruz) conduziram uma conversa que discutiu sua interação com os demais atores envolvidos na execução das atividades do OTSS.

O dia que abriu as oficinas na Fiotec foi encerrado pela equipe do Observatório, que apresentou projetos ainda em fase de captação e os desdobramentos de outros já em execução. A ideia compartilhada ao fim dos encontros é que oficinas do tipo aconteçam com mais frequência, possibilitando um planejamento conjunto e colaborativo.