Projeto de combate à malária lança livro em comemoração aos dez anos de atuação - Fiotec

malaria 2022Foto: Clara RosaA Fiotec marcou presença no lançamento do livro "Dez anos de luta contra a Malária na Amazônia brasileira", que coleciona histórias do projeto Apoiadores Municipais para Prevenção, Controle e Eliminação da Malária. O evento foi sediado no auditório do Ministério da Saúde, em Brasília, no dia 26 de setembro, e contou com a presença dos apoiadores do projeto, da coordenadora, Marcela Dourado, e de representantes da Fiotec e Fiocruz.

A obra reúne registros da ação contra a malária na região norte do País, a mais afetada pela doença. De acordo com o coordenador-geral de Vigilância de Arboviroses, Cássio Peterka, é preciso manter a vigilância ativa para alcançar a eliminação: “quando temos a carga baixa da doença, é quando devemos manter a vigilância para não haver reintegração do protozoário”.

Durante o evento, foram transmitidos vídeos de agradecimento dos gestores municipais, em homenagem aos apoiadores presentes. Além disso, Peterka leu dois trechos do livro, incluindo um texto feito por um dos apoiadores, Arthur do Nascimento, que ressalta a importância do projeto. Confira:

“De lá para cá, há um elo. O rigor técnico se encontra com a sensibilidade humana, as duas pontas de uma corrente qualificada em torno de um objetivo: eliminar a malária do Brasil. Esse elo é o apoiador municipal de controle e eliminação da malária, representante de um sistema muito maior, universal, que não faz distinção entre os seres humanos e alcança cada rincão de cada estado do País, da forma na qual nenhum serviço privado é capaz. Esse é o Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Além dos profissionais citados, estiveram presentes os representantes da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS); da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas); do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass); do Conselho Nacional de Secretarias Municipais (Conasems); da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Veja o vídeo de agradecimento feito pela coordenadora do projeto, Marcela Dourado.

Fiotec atua na gestão do projeto

Além de ser responsável pela gestão do programa, a Fiotec administra os recursos destinados à iniciativa e realiza a contratação de profissionais para atuação nas cidades da região amazônica. Essas equipes são capacitadas para analisar dados e orientar as intervenções de controle da doença, baseados nos protocolos do Programa Nacional de Controle de Malária.

A ideia é que o conhecimento em vigilância epidemiológica seja repassado gradualmente pelos apoiadores às equipes de gestão estadual e municipal, garantindo assim sua autonomia na prevenção e combate à malária.